Meu destino vai onde eu for;

posso dar de te acompanhar,

pra sofrer com a tua dor

e teu sorriso festejar.

 

Mas, se o coração desmandar,

sigo as aves de arribação;

pego os sonhos e o violão,

vou cantar em outro lugar.